Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Há republicas de bananas mais sérias

O caudillo
Desgraçadamente, há coisas em Portugal que nunca mudam. Ontem, no jogo de consagração da Liga Salazar, lá estavam o primeiro-ministro António Costa e o ministro das Finanças, Mário Centeno, ao lado de Luís Filipe Vieira. É inconcebível e inaceitável este comportamento dos nossos governantes. Não a preferência pelo Benfica, legítima como qualquer outra, mas o carimbo de legitimidade que dão ao cidadão Luís Filipe Vieira, que só em dívidas à Caixa Geral de Depósitos, que é um banco público, pago por todos nós, ultrapassa a decência em muitos milhões. Isto numa altura em que milhares de famílias sofrem para honrar compromissos incomensuravelmente menores, sempre com o espectro de ações judiciais por incumprimento. Depois, porque o primeiro-ministro e o ministro das Finanças estão fartos de saber que o Benfica presta apoio ilegítimo e ilegal a claques ilegais que ainda recentemente provocaram mais uma morte. Há repúblicas das bananas mais sérias.

0 comentários: