Kosta de Alhabaite

Nortenho, do Condado Portucalense

Se em 1628 os Portuenses foram os primeiros a revoltar-se contra o domínio dos Filipes, está na hora de nos levantarmos de novo, agora contra a colonização lisboeta!

Hugo Miguel: "Gosto tanto de os ver a provarem do próprio veneno... Muito bom!!!"

Não, não foi "apenas um mero desabafo sobre um assunto pessoal" como ele disse.
Hugo Miguel tinha estado em evidência negativa no polémico jogo que opôs o Braga e o FC Porto e cujo resultado acabou com as esperanças portistas de chegar ao título, entregando-o quase de bandeja aos lampiões:
  • 3 penalidades perdoadas aos bracarenses
  • uma expulsão tão anedótica como inacreditável de Brahimi
  • permissividade à extraordinária agressividade dos bracarenses
Estes foram "alguns" dos erros do árbitro LISBOETA!

 
Depois, surge esta "enigmática" mensagem no seu facebook. Ou seja, gozou e depois insultou a inteligência de todos os Portistas.
 
A publicação, entretanto pagadada, bem como a conta que igualmente foi encerrada, recorde-se, surgiu durante um programa da TVI em que se debatia a rede de corrupção montada pelo boifica na arbitragem. O post foi publicado no momento em que o representante do FCPorto se queixava desse esquema enunciado numa troca de emails, indiciadores de corrupção e manipulação de resultados a favor dos encornados de lisboa, entre Pedro Guerra, director de conteúdos da BTV, e Adão Mendes, antigo árbitro da Associação de Futebol de Braga.
 
  • NOTE-SE: alguns dos seus "amigos" suspeitos, ou melhor, "SUSPEITOS AMIGOS", como o ex-benfiquista, perdão, ex-árbitro Duarte Gomes reagiu colocando três sorrisos; já o cartilheiro-mor Carlos Janela pôs "gosto".  Para assunto pessoal ficamos entendidos...
 

É este árbitro que amanhã chega ao Estádio do Dragão para apitar um jogo entre o FC Porto e a lisboeta equipa do Estoril (a mesma que "vendeu" um campeonato aos lampiões). 
 
Quem acreditar que irá fazer uma arbitragem isenta merece ser interditado no Magalhães Lemos!
 
Vamos recebê-lo como merecem os incompetentes? Ou continuaremos a pactuar com as "MISSAS DESTES PADRES" ?

0 comentários: